quinta-feira, 7 de maio de 2009

A semelhança de um ilusionista


Ilusionismo é a arte de entreter uma audiência criando ilusões que confundem e surpreendem, geralmente por darem a impressão de que algo impossível aconteceu, como se o mágico tivesse poderes sobrenaturais. No entanto, esta ilusão da magia é criada totalmente por meios naturais. Os praticantes desta atividade designam-se mágicos ou ilusionistas.
Um ilusionista parece fazer mágica através da sua agilidade, técnica e treinamento, mas quando a mágica acaba, sobra o mortal frágil, mas batalhador... Temos os traços de um ilusionista, nosso cérebro é perfeito, e se treinado fica mais assustador do que já parece; quando se tem alguma visão que afetou sua vida de tal forma marcante e traumática, o cérebro bloqueia e repele as situações semelhantes ou próximas que relembrem o fato.
Quando queremos conseguimos o que queremos com um dialogo, um gesto físico, ou uma tonalidade e o famoso ” jeitinho brasileiro” o ilusionista ilude aos telespectadores, assim como nós mesmo nos iludimos ao falar, agir, pensar e andar. Desde jovens decidimos traços a seguir em nosso futuro, como se o escolhido fosse sempre o certo por dizermos que será o melhor para nós, pois gostamos, como é um sonho não tem preço nem barreiras, até que o dia de fazer o sonho acontecer bate, e você encontra uma realidade, onde se desdobra para fazer algo, e se possível batalhar e sangrar pelo seu sonho.
Também usamos a ilusão quando acreditamos em algo que poderá acontecer de bom, desejando e se posicionando em uma característica positiva a sua vida corrente, quando você enviará as conhecidas “energias boas ou ruins”, acreditamos em algo que nos fixe para podermos monta nessa base nossa tese diária de vida, junto com nossos lamentos e fraquezas superficiais, que são ditas a cada: “meu Deus, não vou conseguir levar o Daniel para a escola e ainda tenho que fazer comida para Bianca, e ninguém me ajuda nesse mundo...”, a própria se engana dizendo uma simples verdade se engana no fato de se auto-acalmar seu corpo e prepará-lo para os possíveis exercícios do dia.
Muitos provão que o corpo humano é perfeito em sua complexidade, um dos fatores que podem ser chamados de poucos aonde a ciência se une com a mesma opinião de Deus; tendo a capacidade de tal maneira de usar 7% da capacidade do cérebro humano, mesmo EISTEN usando 9%, nos temos características adquiridas pelo tempo que se tornaram o extinto moderno e genérico.Temos mais em comum do que nos estranhamos e nocauteamos.

Dimy

3 comentários:

Cenourette disse...

Ooi Dimyy!
Prazer em conhece-lo!


Beijos

Dimy disse...

idem

alex e! disse...

...acredito que vivemos de ilusão em ilusão, sempre buscando aquela que se adeque às nossas necessidades num dado momento, o que até certo ponto é salutar. No entanto, o que muitos têm feito é simplesmente substituir tais ilusões por fetiches consumistas, facilmente encontrados em qualquer vitrine. Interessante a relação com os mágicos ilusionistas...

abraço do alex....